Sites prometem transmitir eclipse total ao vivo, da Ásia

Pelo horário de Brasília, o eclipse vai começar a partir das 21h desta terça-feira, no oeste da Índia

Carlos Orsi, do estadao.com.br,

21 de julho de 2009 | 16h52

Milhões de pessoas na da Índia e da China, incluindo toda a cidade de Xangai e o sul do arquipélago japonês mergulharão na escuridão por vários minutos durante a manhã desta quarta-feira, 22, no maior eclipse total deste século. Pelo horário de Brasília, o eclipse vai começar a partir das 21h desta terça-feira, na Índia, e desaparcerá nas primeiras horas da madrugada, sobre o Pacífico. Websites baseados na China e no Japão prometem transmitir o eclipse ao vivo - alguns estão até cobrando ingressos.

 

Mapa do eclipse, pelo Google

Eclipse ao vivo (do Japão, em inglês)

 

O eclipse durará 6 minutos e 39 segundos em seu ponto máximo, sobre o Oceano Pacífico. Nesse trecho, a totalidade vai durar aproximadamente das 23h31 às 23h38, hora de Brasília. Será o mais longo já registrado desde 11 de julho de 1991, quando um eclipse de 6 minutos e 53 segundos foi visível do Havaí à América do Sul. Não haverá outro eclipse tão longo antes de 2132.

 

O eclipse aparecerá primeiro ao amanhecer, no Golfo de Khambaht, na Índia, ao norte de Mumbai. Nesse país, o auge do eclipse deve acontecer às 6h20 da manhã, ou 21h20 de Brasília.

 

A sombra da Lua vai se deslocar a leste pela Índia, Nepal, Mianmar, Bangladesh, Butão e China, antes de atingir o Oceano Pacífico. A Nasa criou um aplicativo baseado no Google Maps que permite determinar quais os horários de início e final do eclipse para cada ponto da trajetória do fenômeno.

 

O eclipse passará sobre algumas ilhas do sul do Japão. Será visível, por último, na Ilha Nikumaroro, na nação de Kiribati.

 

 Para os astrônomos, será uma oportunidade de observar longamente a corona solar, um anel luminoso a 1 milhão de quilômetros da superfície do Sol. O eclipse solar total anterior, ocorrido em 2008, durou dois minutos e vinte e sete segundos.

 

 O cientista Lucie Green está a bordo de um navio de cruzeiro que se destina a esse ponto, próximo à ilha de Iwo Jima, onde o eixo da sombra da Lua passará mais perto da Terra.

 

 Passageiros pagaram de US$ 2.599 a US$ 3.643 para participar do cruzeiro, realizado por uma empresa especializada em viagens astronômicas.

 

No horário local da Índia, o eclipse começa logo ao amanhecer. Na costa leste da China, o fenômeno vai ocorrer pouco antes das 10h de quarta-feira - 22h desta terça, no horário de Brasília.

(com Associated Press)

Tudo o que sabemos sobre:
eclipseeclipse totalásia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.