Sobreviventes de câncer de mama podem ter sistema de defesa

Algumas mulheres que sobreviveram ao câncer de mama contam com um sistema de defesa próprio à doença, revelaram pesquisadores do Centro Médico da Universidade SouthWestern.Em um artigo publicado na revista Clinical Cancer Research, especialistas apontam que essas pacientes parecem ter conseguido um equilíbrio preciso entre a multiplicação tumoral das células e a morte das mesmas.Isso significa que aquelas células que se mantiveram saudáveis podem ter desenvolvido uma forma de manter o controle sobre a população das tumorais, diz no artigoJonathan Uhr, diretor do estudo e professor de Inmunobiologia Oncológica.A pesquisa, feita entre mulheres que tinham se submetido a mastectomias, revelou que no sistema de um terço delas ainda circulavam células tumorais (CTC). Em termos gerais, a presença dessas células está vinculada a um maior risco de recaída se estas forem encontradas pouco depois da operação.A pesquisa descobriu que essas células persistiam, apesar de as pacientes terem se submetido à mastectomia há 20 anos e seu risco de recaída ser muito baixo.O próximo passo do estudo é investigar os mecanismos de coexistência pacífica entre o sistema fisiológico e as células cancerígenas, e seus resultados poderiam revelar alguma forma de controlar a doença. Por outro lado, explicou Jonathan Uhr, "também é importante estabelecer quais são as mudanças que determinam uma recaída.

Agencia Estado,

01 de janeiro de 2005 | 17h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.