Sócios da Cataguazes indiciados por crime ambiental

Os sócios da Cataguazes Indústria de Papel, Félix Santana e João Gregório do Bem, e o engenheiroflorestal Álvaro José Antônio Galhardo foram indiciados nesta quarta-feira por crime ambiental. Eles prestaram depoimento à Polícia Federal, em Campos, no norte fluminense.No fim de março, a Cataguazes despejou 1,2 bilhão de litros de substâncias tóxicas no Rio Pomba,em Minas Gerais, provocando o pior desastre ambiental já registrado no País.A contaminação alcançou o Rio Paraíba do Sul e mais de 40 municípios mineiros e fluminenses foram afetados. O corte de abastecimento de água no Rio atingiu mais de 700 mil pessoas. A poluição prejudicou a pesca, a agricultura, o comércio e o turismo e provocou a morte de peixes de diferentes espécies, jacarés, garças, capivaras, gaviões, bois, bezerros e cavalos.

Agencia Estado,

07 de maio de 2003 | 21h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.