Sonda Cassini fotografa aurora boreal em Saturno

Outros planetas têm auroras que formam anéis. A de Saturno cobre por compleo a área do pólo

da Redação,

12 de novembro de 2008 | 18h26

O planeta Saturno tem um tipo de aurora boreal que faz brilhar sua calota polar e que é diferente de todas as demais auroras conhecidas no Sistema Solar. O fenômeno foi captado por instrumentos da sonda Cassini, da Nasa e da Agência Espacial Européia (ESA).  Veja também: Observatório chileno descobre bolha de gás que forma estrelas "Nunca vimos uma aurora como esta", disse o cientista britânico Tom Stallard, em nota distribuída pela agência espacial. A descoberta é descrita na edição desta semana da revista científica Nature.  "Não é apenas um anel de auroras, como vemos em Júpiter ou na Terra. Essa aurora cobre uma área enorme do pólo. Nossas idéias atuais sobre o que provoca a aurora de Saturno prevêem que a região deveria estar vazia, então encontrar uma aurora brilhante ali é uma surpresa fantástica".Auroras são provocadas por partículas carregadas que fluem ao longo das linhas de força do campo magnético do planeta para a atmosfera. Partículas do Sol causam as auroras da Terra.

Tudo o que sabemos sobre:
saturnonature

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.