Sonda da Nasa vasculha superfície de Mercúrio

Uma sonda do tamanho de um carro enquadrou na segunda-feira a superfície de Mercúrio, visualizando detalhes inéditos do solo rochoso do planeta mais quente e "central" do nosso Sistema Solar, segundo cientistas. A sonda Messenger, da Nasa, chegou a meros 200 quilômetros de altura sobre o equador de Merúrio, segundo Ralph McNutt, do Laboratório de Física Aplicada da Universidade Johns Hopkins, participante do projeto. As imagens iniciais enviadas à Terra mostram penhascos recém-descobertos, mas a maior parte dos dados só deve chegar na terça-feira. Por telefone, McNutt explicou que a sonda está cobrindo "cerca de 30 por cento do planeta que nunca foram vistos por uma nave espacial antes" e que "até onde podemos dizer, tudo foi executado exatamente como deveria ser". Este é o segundo de três sobrevôos previstos antes que a Messenger entre na órbita de Mercúrio, por volta de 2011. A sonda já havia sobrevoado o planeta em 14 de janeiro e ainda voltará em setembro de 2009. McNutt disse que uma combinação dos dados coletados em janeiro com as novas informações deve dar aos cientistas uma boa idéia sobre a topografia do planeta. Na passagem anterior, a sonda tirou cerca de 1.200 fotos. Em janeiro, a sonda indicou que a atividade vulcânica teve um papel importante na formação da superfície de Mercúrio, e que com o tempo o planeta está encolhendo mais do que se imaginava. As únicas visitas anteriores da Nasa ao primeiro planeta depois do Sol foram feitas em 1974 e 75 pela sonda Mariner, da Nasa, que em três sobrevôos mapeou cerca de 45 por cento da superfície do planeta. Em janeiro, a Messenger havia mapeado outros 20 por cento. O novo sobrevôo, a uma velocidade de 23,8 mil quilômetros por hora, abrange uma área equivalente à da América do Sul. De acordo com McNutt, restarão agora apenas 5 por cento da superfície de Mercúrio por mapear. A superfície é uma mistura de planícies e crateras provocadas pela queda de rochas espaciais, há muito tempo. Há também longos e escarpados penhascos, como o que foi visto na segunda-feira. Messenger, que significa "mensageiro", é também a sigla em inglês para "Superfície, Ambiente Espacial, Geoquímica e Abrangência de Mercúrio". A sonda foi lançada em 2004. Com o "rebaixamento" de Plutão à categoria dos planetas-anões, Mercúrio passou a ser considerado o menor planeta do Sistema Solar, com cerca de um terço do tamanho da Terra e apenas um pouco maior do que a nossa Lua. Também na segunda-feira, a Nasa anunciou que vai lançar em 19 de outubro no atol de Kwajalein, no Pacífico, uma sonda que vai estudar a periferia do Sistema Solar.

WILL DUNHAM, REUTERS

06 de outubro de 2008 | 18h28

Tudo o que sabemos sobre:
CIENCIAMERCRIOMESSENGER*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.