Sonda Galileu encerrará missão científica no espaço

A sonda espacial norte-americana Galileu está dando sua última volta pela lua Amalthea, de Júpiter, num trecho que deve representar o fim de sua missão científica de 13 anos.Funcionários da agência espacial norte-americana (Nasa, por sua sigla em inglês) disseram que a Galileu está em rota para voar a apenas 160 quilômetros de Amalthea nas primeiras horas de hoje.Desta forma, a sonda faria sua maior aproximação de Júpiter em toda a missão, ficando a 71.600 quilômetros do topo das brilhantes nuvens que recobrem o planeta.Porém, os controladores de vôo do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa comentaram que só mais tarde saberiam o desempenho da Galileu nesta missão.A Galileu utilizaria instrumentos para medir a força gravitacional de Amalthea, o que permitiria aos cientistas calcular a massa e a densidade dessa lua de Júpiter, fornecendo importantes pistas sobre sua composição.Depois, a sonda norte-americana medirá as propriedades do ambiente de radiação em torno de Júpiter. Seus detectores também examinarão o tamanho e o movimento das partículos presentes no tênue anel em torno do planeta. A Galileu não deverá enviar fotos desta missão.Esta será provavelmente a última missão da Galileu antes deser lançada contra Júpiter em setembro de 2003, quando concluirsua 35ª órbita pelo planeta. A Galileu foi lançada em 1989 e chegou a Júpiter em 1995. O custo da missão foi de US$ 1,4 bilhão.

Agencia Estado,

05 de novembro de 2002 | 17h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.