Sonda inicia jornada de 10 anos rumo a cometa

A sonda européia Rosetta iniciou nesta madrugada sua longa caçada ao cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko, depois de ser colocada no espaço por um foguete Ariane. A Agência Espacial Européia (ESA) informou que os painéis solares da sonda foram abertos e que a nave recebe energia normalmente.A sonda levará cerca de dez anos para alcançar o cometa. No ponto de maior aproximação, será lançado um equipamento que deverá se prender ao núcleo do 67P (ilustração inferior). Os cientistas querem recolher dados do cometa que, segundo prevêem, acumula vestígios importantes sobre a formação do Sistema Solar.O lançamento da Rosetta ocorreu na terça-feira (foto superior), depois de dois adiamentos. Um foguete Ariane partiu da Base de Kourou, na Guiana Francesa, levando a sonda ao espaço.Segundo os cientistas, a nave terá de pegar impulso dando três voltas na Terra e uma em Marte, ganhando força e velocidade para alcançar o cometa.A missão original da Rosetta era caçar o cometa 46P/Wirtanen, mas os planos previstos para janeiro de 2003 tiveram de ser adiados. Agora, o cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko é o alvo mais adequado para as pesquisas, conforme a Agência Espacial Européia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.