SP aposta em novas represas para abastecimento

Duas novas represas, a Biritiba, localizada no município de Biritiba-Mirim, e a Paraitinga, instalada na cidade de Salesópolis, devem representar um incremento de cerca de 9% naprodução de água do Estado de São Paulo. A informação é do governador Geraldo Alckmin, que participou de cerimônia de comemoração do Dia Mundial da Água, nesta manhã na sede da Sabesp.Segundo o secretário de Energia, Recursos Hídricos e Saneamento, Mauro Arce, as duas represas estão prontas, mas até recentemente não podiam ser colocadas em funcionamento por conta de processo judicial. "A obra civil está pronta, mas só agora conseguimos derrubar na Justiça uma liminar que impedia o desmatamento dasbarragens", explicou o secretário, acrescentando que o desmatamento já está sendo realizado pelo governo paulista.A expectativa de Arce, no entanto, é que não se consiga acumular muita água nos próximos meses, já que o verão terminou. "O grande ganho não vai ser para este inverno, já que até setembro estaremos em período de estiagem. Mas com certeza termos um bom incremento para o próximo ano", observou.

Agencia Estado,

22 de março de 2004 | 13h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.