SP emite 16 milhões de toneladas de CO2 por ano

O preço ambiental que São Paulo paga por sua frota de mais de 5 milhões de veículos particulares não pesa apenas no bolso e nos pulmões dos paulistanos.Acima da camada negra de poluição urbana do ar, os escapamentos também contribuem para entupir a atmosfera do planeta com dióxido de carbono (CO2), principal gás envolvido no aquecimento global.Segundo dados inéditos do Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa do Município de São Paulo, a cidade emite cerca de 16 milhões de toneladas de CO2 por ano, das quais quase 50% provenientes apenas da queima de gasolina e óleo diesel no transporte.O levantamento, divulgado na quarta-feira, foi feito por uma equipe especializada da Coordenação dos Programas de Pós-graduação de Engenharia (Coppe) da Universidade Federal do Rio de Janeiro, em convênio com a Prefeitura de São Paulo.Todos os dados referem-se a 2003 e incluem as emissões de CO2 e CH4 (metano), os dois principais gases do efeito estufa.Com quase 11 milhões de habitantes, São Paulo segue o padrão dos países industrializados, com a maior parte de suas emissões centrada no setor energético (76%), que inclui a queima de combustíveis fósseis (gasolina, gás e óleo diesel).  mudanças climáticas

Agencia Estado,

18 de agosto de 2005 | 09h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.