Stephen Hawking comunica-se piscando os olhos

O astrofísico britânico Stephen Hawking, que sofre de uma doença degenerativa, só consegue se comunicar acionando os músculos faciais e piscando os olhos. Até agora, o autor de Uma breve história do tempo, de 63 anos, usava um computador, operado manualmente e instalado em sua cadeira de rodas, que o permitia controlar sua voz, reproduzida por um sintetizador.Mas o progresso da Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), doença incurável que ele tem há mais de 30 anos, obrigou o cientista e professor da Universidade de Cambridge a recorrer a um novo equipamento americano que se baseia em raios infra-vermelhos, informou hoje o jornal Daily Mail. Um mecanismo colocado na armação de seus óculos emite esses raios, que depois são desviados, seguindo diferentes ângulos, pelo músculo da face através do piscar de olhos, o que permite que ele escolha as letras e palavras que aparecerão numa tela para compor suas mensagens.O cientista disse estar satisfeito com esse sistema, que lhe permite se comunicar com maior rapidez do que com os dedos da mão, que estão cada vez mais difíceis de movimentar. "Quando usa a mão, só forma duas ou três palavras por minuto, mas agora pode chegar a cinco", declarou ao jornal David Pond, seu ajudante.Em 1985, Hawking contraiu uma grave pneumonia na cidade suíça de Genebra, e os médicos o aconselharam que desconectasse a máquina que o mantinha vivo. Mas a esposa do cientista na época não aceitou a sugestão.Levado urgentemente para o Reino Unido, Hawking foi submetido a uma traqueotomia que salvou sua vida, mas o deixou sem voz. Em 1990, Hawking se separou de sua primeira esposa, com quem tem três filhos. Cinco anos depois, se casou com Elaine Mason, que tinha sido sua enfermeira.

Agencia Estado,

03 de setembro de 2005 | 11h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.