Sudão prende europeus por suposto roubo de asteroide

Francês e belga teriam se apoderado de fragmentos de meteoro rastreado no espaço em 2008

Reuters,

19 Janeiro 2010 | 15h41

Policiais sudaneses disseram ter prendido dois turistas europeus por coletar fragmentos de um asteroide no norte do país, sem autorização.

 

Os turistas, da França e da Bélgica, descobriram vestígios de um asteroide que caiu na região sudanesa de Abu-Hamad, diz nota publicada pelo Ministério do Interior do país africano.

 

"Esta foi uma violação clara e um ato ilegal, porque eles não obtiveram a permissão adequada de autoridades geológicas ou outras", disse um porta-voz da polícia.

 

A nota não diz quais acusações podem ser apresentadas contra os europeus.

 

Cientistas rastrearam um asteroide do tamanho de um automóvel que penetrou a atmosfera terrestre e explodiu sobre o Sudão em outubro de 2008.

Especialistas da Nasa e da Universidade de Cartum coletaram fragmentos logo depois.

 

Eles descreveram a descoberta como rara, porque asteroides frágeis geralmente se desintegram no alto da atmosfera.

 

Além disso, o caso de 2008 foi o primeiro em que os cientistas conseguiram prever o impacto e acompanhar o objeto até seu destino final.

Mais conteúdo sobre:
asteroide sudão

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.