Tailândia registra mais uma morte por gripe aviária

Com o comunicado feito nesta quinta-feira pelo primeiro-ministro da Tailândia, Thaksin Shinawatra, de uma nova morte por gripe aviária (vírus H5N1), subiu para 13 o número de casos fatais no país por esta doença, registrados desde o início de 2004. O anúncio foi feito um dia depois de o primeiro-ministro afirmar que a doença estava controlada.Nesta semana foram detectados focos da doença em pelo menos dez criadouros de aves em dez províncias, a maior parte delas na região central do país, área de produção avícola intensiva. Entre os novos casos também estão pardais, o que confirma o importante papel destas aves migratórias na difusão da doença.A Organização Mundial de Saúde (OMS) teme que a cepa H5N1 da gripe aviária, a única que demonstrou capacidade de matar humanos, transmita-se de pessoa para pessoa, ao combinar-se com um vírus da gripe comum no homem, provocando uma pandemia (epidemia generalizada) que afetaria milhões de pessoas.

Agencia Estado,

20 de outubro de 2005 | 06h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.