Técnicos investigam mancha de óleo no Rio Ribeira, em SP

Uma extensa mancha de óleo, com cerca de quatro quilômetros de extensão, atingiu um trecho do Rio Ribeira, que corta o município de Eldorado, no Vale do Ribeira (SP). A mancha apareceu nesta quinta-feira pela manhã e mobilizou técnicos da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) e Coordenadoria de Defesa Civil Regional.Nesta sexta-feira, a Sabesp fez análises da água nos sistemas de captação de água do Ribeira, mas não constatou nenhuma alteração. Técnicos da Cetesb também sobrevoaram o trecho para avaliar a situação e coletar material para análise.Óleo agrícolaA existência da mancha de óleo no Ribeira foi denunciada por um sitiante do bairro rural de Itapeúna, em Eldorado. O coordenador regional da Defesa Civil, Ney Ikeda, disse que tudo indica que a mancha seja resultado de um suposto vazamento de óleo agrícola bastante utilizado na região para pulverização dos bananais.Em sua opinião, é possível que o acidente possa ter sido provocado pelo mau manuseio do óleo em alguma propriedade localizada nas proximidades do rio. Segundo ele, até esta sexta à tarde não havia notificação de morte de peixes ou danos graves à saúde dos moradores próximos ao rio. Diluição"Nós pedimos aos técnicos da Cetesb que identifiquem a fonte do problema para as devidas providências e também para analisarmos se houve impacto no meio ambiente", afirmou Ikeda. De acordo com Ikeda, a mancha está sendo levada pela correnteza do Ribeira e, em seu trajeto, diluída nas margens do rio.Nesta sexta, em Sete Barras, ela aparecia fragmentada em cerca de dois quilômetros de extensão. Até segunda-feira, de acordo com Ikeda, ela chegará a Iguape e desembocará no Mar Pequeno, já bastante diluída.

Agencia Estado,

04 de outubro de 2002 | 19h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.