Telescópio capta berçário estelar na Via Láctea

O telescópio espacial Spitzer, da Nasa (agência espacial americana), captou o nascimento de milhares de estrelas em um setor da Via Láctea a cerca de 10.000 anos luz da Terra, informou terça-feira o Laboratório de Propulsão a Jato (JPL, na sigla em inglês)."Sabíamos que estrelas estavam se formando nessa região, mas o Spitzer nos mostrou um ambiente no qual há uma ebulição de estrelas embrionárias de massas e idades diferentes", disse Robert Gehrz, astrônomo da Universidade de Minnesota e membro da equipe científica do telescópio.As imagens captadas pelas câmeras infravermelhas do telescópio mostram a formação de estrelas brotando de colunas de poeira cósmica que surgem da nebulosa de Carina.Este corpo celeste é uma enorme nuvem de pó e gases localizada na Via Láctea. Dele surge a Eta Carinae, uma estrela que é 100 vezes maior que o Sol, informou a JPL num comunicado.

Agencia Estado,

01 de junho de 2005 | 00h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.