Telescópio Soho descobre mil cometas em 10 anos

O maior caçador de cometas da história continua implacável. O telescópio espacial Soho - sigla de Observatório Solar e Heliosférico - acaba de encontrar o milésimo cometa em menos de dez anos de atividade.O curioso é que o satélite, operado conjuntamente pelas agências espaciais norte-americana (Nasa) e européia (ESA), foi lançado, em dezembro de 1995, com outro objetivo. A missão foi concebida para estudar a estrutura interna do Sol, bem como a camada mais externa de sua atmosfera e a origem do vento solar.O Soho havia permitido a observação de alguns novos cometas, mas foi somente a partir de 2000, quando as imagens enviadas passaram a ser colocadas na internet, que a nova função veio à tona.Quem primeiro o descobriu foi o astrônomo amador norte-americano Mike Oates, que encontrou, em 2000, mais de cem cometas.A notícia se espalhou rapidamente entre astrônomos em todo o mundo. Em 2002, já eram 500 cometas descobertos. Agora, ao atingir o milésimo, o telescópio espacial está próximo de ser responsável pela metade de todos os cometas já descobertos e oficialmente reconhecidos.O milésimo cometa, do grupo Kreutz (que costuma passar próximo e ser tragado pelo Sol), foi descoberto pelo astrônomo amador italiano Toni Scarmato, em 5 de agosto.Professor do ensino médio, graduado em Física pela Universidade de Bolonha, Scarmato também foi o responsável por ter encontrado o 999o cometa com o Soho, cinco minutos antes do milésimo. Com esse, são 15 os descobertos por ele.

Agencia Estado,

23 de agosto de 2005 | 13h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.