Termômetro adesivo monitora temperatura de bebês

Um adesivo com um rosto e um sorriso poderá salvar a vida de milhares de bebês nos países em desenvolvimento, segundo artigo publicado no jornal de medicina Lancet. O pequeno adesivo a ser grudado na pele dos bebês é um termômetro.Quando os bebês estão com a temperatura normal (entre 36,5ºC e 37,5ºC), o adesivo mostra um rosto redondo, verde e sorridente, mas quando a temperatura cai (abaixo de 35,5ºC), o sorriso desaparece e a cor vai mudando até ficar preta.A intenção é evitar a hipotermia (queda acentuada da temperatura), uma causa relativamente comum de mortalidade de recém-nascidos, segundo especialistas em saúde infantil.Baixo preçoO adesivo, chamado ThermoSpot, foi desenvolvido por John Zeal, diretor de uma fábrica de termômetros criada por sua família em 1888.O produto foi desenvolvido a pedido do pediatra David Morley, fundador da ONG Teaching Aids at Low Cost (Talc), que fornece tratamento de saúde, ensinamentos sobre cuidados com a saúde e equipamentos a países em desenvolvimento, tudo de baixo custo.Estudo publicado no Lancet mostra que o ThermoSpot é tão preciso quanto os termômetros tradicionais. Mesmo assim, o custo de produção fica em menos de R$ 0,45.Segundo Zeal, o produto está sendo avaliado por três novos estudos e, uma vez que eles estejam concluídos, ele acredita que a Organização Mundial da Saúde (OMS) poderá dar seu apoio ao adesivo.O adesivo foi selecionado para concorrer na edição deste ano do Medical Futures Innovations Awards (prêmio para as melhores invenções médicas).

Agencia Estado,

27 de junho de 2005 | 11h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.