Terremoto de dezembro deslocou península em 18 cm

O norte da península de Malaca, na Malásia, se deslocou 18 centímetros para o oeste por conta do terremoto que provocou o tsunami de dezembro passado no Oceano Índico, informou nesta sexta-feira a imprensa local.Segundo disse ao jornal New Straits Times o diretor do Centro de Cartografia da Malásia, Hamid Ali, o movimento vai em direção contrária ao deslocamento habitual da placa tectônica Sunda, onde descansa a península de Malaca."A península tinha se deslocado sempre cerca de três centímetros anuais para o leste, mas o maremoto de 26 de dezembro mudou totalmente a direção deste movimento tectônico", acrescentou.Ali apontou que, embora o sul da península tenha sofrido um deslocamento de dois centímetros para o oeste, a parte norte se movimentou 18 centímetros, também em direção oeste.Este deslocamento foi detectado pouco depois do incidente de dezembro, mas tudo indicava que a placa retornaria à sua posição inicial ou, pelo menos, a uma posição próxima. Um estudo posterior confirmou que, após seis meses, a placa continua na mesma posição deslocada para o oeste.Para o estudo foi utilizado o Sistema de Posicionamento Global (GPS), que mediu a posição de 18 pontos estratégicos situados na península de Malaca antes e depois do maremoto de 26 de dezembro.

Agencia Estado,

01 de julho de 2005 | 10h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.