Terremoto na Ásia deixou Terra ´mais redonda´

A Terra ficou menos achatada (e, portanto, "mais redonda") depois do terremoto de 9 graus na escala Richter que resultou nos tsunamis que mataram mais de 150 mil pessoas no sudeste da Ásia.A conclusão foi apresentada por cientistas da Nasa, a agência espacial dos Estados Unidos, e se soma a outros efeitos já divulgados: a rotação do planeta foi afetada, os dias ficaram menores e o Pólo Norte mudou de lugar por centímetros.Os cientistas Benjamin Fong Chao e Richard Gross, da Nasa, usaram dados de um centro de pesquisa da Universidade Harvard e concluíram que o achatamento da Terra diminuiu uma parte em 10 bilhões.Todas as mudanças resultantes do terremoto são muito pequenas para serem percebidas sem instrumentos, segundo os cientistas.RotaçãoO terremoto teve seu epicentro perto da ilha de Sumatra, na Indonésia, no dia 26 de dezembro, e foi o mais forte dos últimos 40 anos.Os dois cientistas afirmaram que todos os terremotos têm um efeito na rotação da Terra e na sua forma."Qualquer evento que envolva movimento de massa afeta a rotação da Terra, até dirigir um carro", disse Chao.Pólo deslocadoTanto ele quanto Gross vêm calculando há tempos os efeitos de terremotos sobre a rotação da Terra e sobre a extensão dos dias, além de mudanças no campo gravitacional do planeta.O terremoto fez com que o Pólo Norte se deslocasse 2,5 centímetros na direção 145 graus leste.Dias mais curtosEstudos de terremotos anteriores já tinham detectado essa tendência em direção ao leste.Os dias, segundo os cientistas, ficaram 2,68 microssegundos mais curtos.Chao e Gross compararam essa mudança àquela que acontece quando um patinador cruza os braços próximo ao corpo para girar mais rapidamente.Eles vão aprofundar os estudos assim que receberem mais dados de sensores localizados no espaço.

Agencia Estado,

12 de janeiro de 2005 | 15h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.