Tigre de Sumatra pode ser extinto em uma década

A caça ilegal poderá causar a extinção do tigre de Sumatra em uma década, denunciou nesta sexta-feira o Fundo Mundial para a Natureza (WWF, por sua sigla em inglês). Pelo menos 66 tigres foram assassinados no Sumatra desde 1999, a maior parte por caçadores, prosseguiu o grupo internacional de defesa ao ambiente. Hoje, a população de tigres na ilha - situada no oeste do arquipélago indonésio - é estimada entre 400 e 500. "Se nada for feito, o tigre de Sumatra estará extinto em 10 anos", disse Chairul Saleh, funcionário do WWF encarregado de chefiar uma missão contra a caça e a venda de espécies em perigo na Indonésia.

Agencia Estado,

07 de junho de 2002 | 19h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.