Tiranossauro é parente mais próximo da galinha que do jacaré

Estudo comparou proteínas extraídas de um osso de dinossauro com a de animais do mundo moderno

Carlos Orsi, do estadao.com.br,

24 de abril de 2008 | 16h01

A comparação entre proteínas encontradas em um fóssil de tiranossauro rex e material coletado de 21 espécies de animais existentes no mundo atual indicam que o gigantesco predador pré-histórico tem como parentes vivos mais próximos as a aves, como galinhas e avestruzes e, como primos mais distantes, os jacarés.    Tiranossauro rex corria a 30 km/h  Múmia permitirá estudar dinossauro em movimento   O trabalho, de pesquisadores das Universidades Harvard e Estadual da Carolina do Norte, nos EUA, está publicado na edição desta semana da revista Science. Segundo seus autores, a análise confirma, em nível molecular, a ligação entre dinossauros e aves, uma conexão já havia sido feita por razões de semelhança anatômica.   A mesma equipe de pesquisadores também usou dados de proteína de mamute para confirmar o parentesco entre esse animal e os elefantes modernos.   Os dinossauros foram extintos há 65 milhões de anos, provavelmente como resultado do impacto de um asteróide com a Terra, na região onde hoje é a Península de Yucatán, no México.   A proteína usada no estudo veio de colágeno extraído de um fêmur de tiranossauro de 68 milhões de anos, descoberto nos EUA em 2003. A presença do colágeno preservado no osso fossilizado foi detectada em 2005. Os autores do trabalho atual argumentam que o resultado que obtiveram indica que o colágeno detectado realmente era do dinossauro, e não fruto de contaminação posterior.   Os pesquisadores que analisaram o tecido tiveram muito pouco material com que trabalhar: não foi possível extrair DNA, mas apenas 89 aminoácidos - as peças com que se montam proteínas. Por conta disso, não foram capazes de encaixar o tiranossauro com mais precisão dentro da árvore evolutiva dos vertebrados.   No artigo publicado na Science, os autores dizem que a extração de mais moléculas de organismos extintos poderá ajudar a "determinar parentescos em áreas críticas da árvore evolutiva".

Tudo o que sabemos sobre:
dinossaurotiranossauro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.