Três cientistas dos EUA conquistam Nobel de medicina

Três cientistas dos Estados Unidos venceram o Nobel de medicina ou fisiologia pela descoberta de como os cromossomos são copiados e protegidos contra a degradação, informou o instituto que concede o prêmio nesta segunda-feira.

REUTERS

05 Outubro 2009 | 07h26

Elizabeth Blackburn, australiana de nascimento, Jack Szostak, britânico de nascimento, e Carol Greider conquistaram o prêmio de 10 milhões de coroas suecas (1,42 milhão de dólares), informou o Instituto Karolinska.

O instituto afirmou que os três cientistas "resolveram um grande problema da biologia", ao determinarem como os cromossomos são copiados completamente durante a divisão celular e protegidos contra a degradação.

Tradicionalmente a medicina é a primeira área a receber o prêmio Nobel todos os anos. Os prêmios por conquistas nas áreas de ciência, literatura e paz foram entregues pela primeira vez em 1901, de acordo com a vontade do empresário e inventor da dinamite Alfred Nobel.

Mais conteúdo sobre:
CIENCIA NOBEL MEDICINA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.