Três europeus levam Prêmio Nobel de Medicina

Um cientista alemão e dois franceses conquistaram o Prêmio Nobel de Medicina pela descoberta de dois vírus que causam graves doenças nos seres humanos, informou o instituto que concede a premiação nesta segunda-feira. O prêmio de 10 milhões de coroas suecas (1,4 milhão de dólares) foi para o alemão Harald zur Hausen, pelo seu trabalho sobre a causa do câncer cervical, e para os franceses Françoise Barre-Sinoussi e Luc Montagnier, pela descoberta do vírus causador da Aids, informou o sueco Instituto Karolinska, que dá o prêmio. A medicina é tradicionalmente a primeira área a ser agraciada com o Prêmio Nobel todos os anos. A primeira edição do Nobel, que dá prêmios nas áreas de ciência, literatura e paz, aconteceu em 1901 atendendo a vontade do inventor da dinamite e empresário Alfred Nobel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.