Tripulantes da ISS resolvem problemas e esperam nave Soyuz

Cosmonautas e astronauta conseguiram arrumar segunda falha do vaso sanitário principal da estação deste ano

Efe

13 de outubro de 2008 | 16h13

A tripulação russo-americana da Estação Espacial Internacional (ISS) conseguiu nesta segunda-feira, 13, consertar o vaso sanitário principal e agora se preparam para receber a nave Soyuz TMA-13, informou um porta-voz da indústria espacial russa. Veja também: Nave russa leva turista americano para o espaço A fonte confirmou a informação da Nasa sobre uma imperfeição no vaso sanitário, que fica no módulo russo Zvezda, mas assegurou que os cosmonautas russos Serguei Volkov e Oleg Kononenko e o astronauta americano Greg Chamitoff já consertaram a falha. Segundo a fonte, a tripulação precisou utilizar o vaso sanitário de reserva, situado na nave Soyuz TMA-12, acoplada à ISS como uma espécie de salva-vidas e na qual em breve voltará à Terra parte da tripulação atual, segundo a agência de notícias Interfax. Essa foi segunda falha do vaso sanitário principal da estação depois do registrado em maio passado, que acabou sendo reparado pelos astronautas da nave Discovery, que foram na época à ISS. A nave Soyuz TMA-13, lançada no domingo passado com o cosmonauta russo Yuri Lonchakov, o astronauta americano Michael Fincke e o turista espacial Richard Garriott, deve se acoplar à ISS amanhã às 5h33 (Brasília). Está previsto que a nave aterrisse em 24 de outubro nas estepes do Cazaquistão às 0h36 (Brasília).

Tudo o que sabemos sobre:
SoyuzISSespaçociência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.