Tubarões confundem banhistas com elefantes marinhos

Três pessoas morreram desde julho deste ano em ataques de tubarões na Austrália e os pesquisadores acham que as vítimas possam ter sido confundidas com elefantes marinhos. Os elefantes marinhos chegaram da Nova Zelândia nos últimos 20 anos e se transformaram em presas freqüentes dos tubarões. O problema é que, na água, se assemelham muito a banhistas, segundo o biólogo Scoresby Shepherd."Temos o mesmo tamanho, quase a mesma silhueta, emitimos o mesmo campo elétrico, especialmente ao nadar perto de um grupo de focas", disse o também especialista em tubarões Andrew Fox.Shepherd acrescentou que o motivo principal dos ataques está na extinção do número de espécies marinhas como o atum, que "diminuíram em 90% nos últimos 60 anos na Austrália, obrigando aos tubarões a buscarem alternativas, como os humanos".Nos últimos 20 anos, houve 26 ataques mortais de tubarão na Austrália, incluindo os três desde julho.

Agencia Estado,

31 de outubro de 2005 | 11h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.