Tumba pode reabrir debate sobre localização de Ítaca

Túmulo do período micênico é encontrado em uma das ilhas que poderiam ter sido o reino de Odisseu

Associated Press,

06 de março de 2008 | 13h52

A construção de uma estrada na ilha grega de Lefkada revelou uma tumba parcialmente destruída, contendo artefatos de mais de 3.000 anos atrás.   A descoberta é uma miniatura dos túmulos opulentos construídos pelos governantes gregos durante a era micênica, que terminou por volta de 1.100 a.C. Dezenas desses monumentos subterrâneos em forma de colméia foram encontrados em Creta e na Grécia continental, mas eles são raros no Mar Jônico, e nunca tinha sido vistos em Lefkada.   A descoberta poderá reabrir a discussão em um grande enigma pré-histórico - onde ficava a ilha de Ítaca, lar do lendário herói Odisseu. "Trata-se de uma descoberta muito importante para a região, porque até agora não tínhamos quase nenhuma evidência da presença micênica em Lefkada", disse a arqueóloga Maria Stavropoulou-Gatsi.   Ela disse que a tumba foi descoberta há cerca de um mês, por uma escavadeira. "Infelizmente, o motorista causou um dano considerável".   Ela disse que a tumba continha diversos esqueletos humanos, bem como cerâmica, dos selos de pedra, contas de pedras semipreciosas, instrumentos de cobre e pesos de argila. Ela parece ter sido saqueada em tempos antigos.   Com três metros de diâmetro, a tumba é pequena se comparada a outras como a Tumba de Atreu, em Micenas, com mais de 15 metros e construída com pedras de até 120 toneladas.   Ela poderá reacender o debate acadêmico sobre a localização da ilha de Ítaca, onde reinava Odisseu (ou Ulisses), herói dos poemas homéricos.   Acredita-se que esses poemas tenham sido baseados em eventos da era micênica. A ilha de Ithaki geralmente é identificada com o reino do herói, mas outras teorias propõem Lefkada ou Cefalônia.

Tudo o que sabemos sobre:
gréciahomeroodisseuarqueologia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.