Mikhail Metzel/AP
Mikhail Metzel/AP

Turista espacial do Cirque du Soleil parte para estadia na ISS

Seu passeio no espaço culminará com uma ligação via satélite de shows em 14 cidades de cinco continentes

AP,

30 Setembro 2009 | 14h12

O magnata circense Guy Laliberte transformou o espaço em seu picadeiro nesta quarta-feira, 30, ao embarcar num foguete russo e partir para uma missão que mistura uma mensagem sobre a escassez de água no mundo e um pouco de palhaçada cósmica.

 

Astronautas tentarão fazer pão e cerveja

Rússia espera que EUA prorroguem uso de ônibus espaciais

 

Laliberte, um comedor de fogo e acrobata que fundou o Cirque du Soleil, juntou-se ao cosmonauta russo Maxim Surayev e ao astronauta americano Jeffrey Williams a bordo da nave Soyuz que partiu da estepe do Casaquistão, rumo à Estação Espacial Internacional (ISS).

 

O bilionário, que está se referindo a si mesmo como o primeiro palhaço no espaço, pagou um valor estimado em US$ 35 milhões para uma estadia de nove dias a bordo da estação, onde pretende divulgar a falta de água potável no mundo.

 

Seu passeio no espaço culminará com uma ligação via satélite de shows em 14 cidades de cinco continentes, e que trarão o grupo U2, a colombiana Shakira e uma aparição do ex-vice-presidente dos EUA Al Gore.

 

A Soyuz TMA-16 deve chegar à ISS na sexta-feira, 2, em órbita a 355 quilômetros de altitude. Laliberte, de 50 anos, deve voltar á Terra em 11 de outubro.  Surayev, 37, Williams, 51, ficarão 169 dias na estação.

 

Os astronautas tomarão parte nas atividades de construção da ISS. Durante a estadia de ambos, será instalada uma cúpula que dará aos astronautas visão direta dos movimentos dos equipamentos robóticos do lado de fora.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.