Turista espacial está de volta à Terra

A nave espacial russa Soyuz, que levava a bordo o milionário cientista americano Gregory Olsen, aterrissou na manhã desta terça-feira (pelo horário local) no Casaquistão. O pouso, realizado com sucesso, pôs fim à visita de Olsen à Estação Espacial Internacional, a terceira viagem de um "turista espacial" ao laboratório orbital.A Soyuz realizou a travessia de 400 quilômetros da estação à Terra em cerca de três horas e meia. Às 4h49 de Moscou, em algum ponto sobre o Mar Mediterrâneo, a cápsula de aterrissagem se separou das áreas de acoplamento e de transporte dos motores de propulsão da Soyuz. As duas últimas se desintegraram na atmosfera. A cápsula aterrissou com ajuda de pára-quedas.Olsen, o astronauta americano William McArthur e o russo Valery Tokarev partiram da base de lançamento de Kaikonur, no Casaquistão, em 1º de outubro e se acoplaram à Estação Espacial Internacional dois dias depois. McArthur e Tokarev permanecerão no laboratório por um período de seis meses, enquanto que o milionário americano regressou com John Phillips e Sergei Krikalev, que se encontravam na estação desde abril.

Agencia Estado,

10 de outubro de 2005 | 23h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.