TV britânica será punida por documentário sobre efeito estufa

Cientistas dizem que suas declarações foram distorcidas pelo documentário 'The Great Global Warming Swindle'

da Redação,

19 de julho de 2008 | 10h58

A emissora de televisão Channel 4, do Reino Unido, será punida por ter distorcido o trabalho de alguns dos principais climatologistas do mundo, ao produzir um documentário afirmando que o aquecimento global não passa de uma conspiração e uma fraude, informa o jornal The Guardian.   A comissão reguladora de telecomunicações britânica, Ofcom, deverá punir a emissora pela forma como cientistas foram tratados no documentário The Great Global Warming Swindle ("A Grande Trapaça do Aquecimento Global"), após 15 meses de inquérito.   Queixas quanto à forma como o documentário foi montado foram apresentadas pelo ex-cientista-chefe do governo, Sir David King,  e pelo Painel Intergovernamental para a Mudança Climática (IPPC), da ONU, serão consideradas procedentes, afirma o jornal britânico.   Mas, afirma o Guardian, o Channel 4 também poderá clamar vitória, já que o veredicto de uma queixa em separado, contendo 131 pontos específicos, determinará que a emissora não quebrou a legislação de radiodifusão e não mentiu para os telespectadores.

Tudo o que sabemos sobre:
aquecimento globalipcc

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.