TV coreana admite falha de ética em reportagens

A televisão coreana MBC, que questionou a legitimidade da pesquisa de Hwang Woo-suk, pediu desculpas publicamente neste domingo por falhas éticas em suas reportagens. A equipe de Hwang foi a primeira a produzir embriões clonados com células-tronco geneticamente idênticas a de pacientes.Em sua cobertura, a MBC solicitou testes que demonstraram que uma das células não correspondia ao paciente.O canal também divulgou que sua fonte - um ex-membro da equipe de Hwang - havia fornecido questionado a autenticidade da pesquisa. Mas em uma entrevista levada ao ar pelo canal YTN da Universidade de Pittsburgh (EUA), Kim Sun-jong (o suposto informante) negou as alegações.Kim disse que foi enganado pela MBC, cujos produtores lhe disseram já haver uma investigação em curso e que seria melhor ele "contar tudo". "Eu disse que nunca tinha ouvido nada sobre isso (falsificação da pesquisa)."Após a apresentação da entrevista, a MBC pediu desculpas: "A MBC confirmou que (seus produtores) ... romperam claramente com a ética do jornalismo e pede sinceras desculpas."

Agencia Estado,

04 de dezembro de 2005 | 22h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.