UFPE cria núcleo de tecnologias limpas

Desenvolver tecnologias menos poluentes e auxiliar na modificação de processo industriais, de modo a reduzir tanto os impactos ambientais como o consumo de recursos naturais, ajustando a gestão empresarial a metas sustentáveis de desenvolvimento, são os objetivos do novo Núcleo de Tecnologias Limpas, inaugurado hoje, na Universidade Federal de Pernambuco, no Recife.O núcleo conta com 20 consultores, numa parceria da universidade com o Banco do Nordeste e o Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável. Também integra a Rede Brasileira de Produção Mais Limpa, apoiada pelo Programa das Nações Unidas sobre Meio Ambiente (PNUMA).Além de trabalhar com o diagnóstico ambiental das empresas e na criação de programas de produção mais limpa, os consultores vão promover cursos de treinamento e auditorias, com base nas normas ISO 14000 (gestão ambiental) e na difusão do conceito de ecoeficiência com os empresários e nos mercados consumidores.

Agencia Estado,

26 de março de 2002 | 15h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.