Um quarto do Parque da Serra do Rola Moça já queimou

A estimativa da Gerência do Parque Estadual da Serra do Rola Moça, na região metropolitana da capital mineira, era que aproximadamente mil hectares da unidade de conservação ambiental já haveriam sido consumidos até o final da tarde de hohe por um incêndio de grandes proporções, que já dura mais de 48 horas. De acordo com a gerente Susana Leal Santana, a área queimada corresponde a cerca de um quarto do total do parque, de 3.941 hectares. O balanço parcial do Corpo de Bombeiros, porém, indicava que aproximadamente 300 hectares de mata nativa na área de preservação tinham sido queimados. Segundo Susana, o fogo dentro do parque estava praticamente controlado, mas as chamas se alastraram para uma região onde estão localizadas residências de campo, no município de Brumadinho. ?O fogo chegou a atingir quintais das casas?, disse. De acordo com a gerente, o incêndio atingiu o manancial Catarina, que abastece condomínios em Brumadinho, Nova Lima, Ibirité e parte de Belo Horizonte. Mais de 70 homens do Corpo de Bombeiros, voluntários e funcionários do parque trabalhavam hojeno combate às chamas. Eles contavam com o auxílio de um helicóptero. Por causa das queimadas, uma névoa seca permanecia por toda a Grande Belo Horizonte, o que levou os aeroportos da cidade a operar por instrumentos pela manhã e à tarde, em razão da baixa visibilidade.

Agencia Estado,

22 de outubro de 2003 | 17h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.