Universidade de Cambridge publica acervo online de Darwin

Arquivo inclui cerca de 20 mil itens em 90 mil imagens, incluindo o primeiro rascunho da teoria da evolução

Associated Press,

16 de abril de 2008 | 23h21

A evolução da grande teoria da vida de Charles Darwin pode agora ser traçada online com o lançamento na internet dos papéis privados do naturalista pela biblioteca da Universidade de Cambridge. O arquivo inclui cerca de 20 mil itens em cerca de 90 mil imagens, incluindo o primeiro rascunho de sua teoria da evolução, anunciou a biblioteca quinta-feira, 17.  Veja também:Acervo de Darwin online  Outros itens importantes incluem as notas de Darwin de sua viagem no Beagle e suas primeiras dúvidas registradas sobre a permanência das espécies.  "Suas publicações sempre foram acessíveis ao público, mas esses papéis até agora só tinham sido acessíveis ao professores universitários", disse John van Wyhe, diretor do projeto.  "Darwin mudou nossa compreensão da natureza para sempre. Seus papéis revelam o quanto imensamente detalhadas eram suas pesquisas. A publicação online desse material marca uma revolução do acesso público e esperemos que, também, a apreciação de uma das mais importantes coleções de materiais primários da história da ciência."

Tudo o que sabemos sobre:
Darwin

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.