Vaticano condena festa do Dia das Bruxas como 'anticristã'

'A festa de Halloween tem um pano de fundo de ocultismo e é absolutamente anticristã', diz jornal oficial

Ansa,

29 Outubro 2009 | 18h08

O jornal L'Osservatore Romano, editado pelo Vaticano, publicou um artigo no qual critica a celebração do Halloween, o Dia das Bruxas, comemorado em 31 de outubro.

 

No texto, o diário menciona iniciativas alternativas ao tradicional Dia das Bruxas comuns em países como Espanha, França e Chile.

 

O artigo, intitulado "As mensagens perigosas do Halloween", diz que estas festas, ao contrário da celebração tipicamente norte-americana, "permitem à comunidade católica dispor de uma alternativa para testemunhar a fé e a esperança cristã diante da morte".

 

Citando um texto veiculado pelo jornal espanhol La Razón, a publicação católica recorre a palavras do padre Joan María Canals, membro da Comissão Episcopal para a Liturgia da Conferência Episcopal Espanhola.

 

"A festa de Halloween tem um pano de fundo de ocultismo e é absolutamente anticristã", afirma o sacerdote, segundo o L'Osservatore Romano.

 

O jornal elogiou uma iniciativa da diocese de Paris, que organizou uma vigília de oração e uma campanha de sensibilização para o dia 31 de outubro, convidando crianças e adolescentes para o evento.

Mais conteúdo sobre:
halloween dia das bruxas vaticano

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.