Vaticano desmente mudança em túmulo de João Paulo II

Segundo publicações locais, mudança ocorreria assim que João Paulo II fosse proclamado santo

Efe,

30 de março de 2008 | 12h40

O Vaticano desmentiu neste domingo, 30, a transferência do túmulo do papa João Paulo II da cripta da Basílica de São Pedro para dentro da igreja, como publicou o jornal italiano La Stampa e também uma agência de notícias local no sábado.  Segundo essas notícias, uma comissão presidida pelo cardeal Angelo Comastri tinha decidido efetuar a mudança para um local próximo à Pietà, famosa escultura de Michelangelo, assim que João Paulo II fosse proclamado santo. No entanto, o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, desmentiu a reportagem. "Posso desmentir com certeza que houve uma comissão presidida pelo cardeal Comastri e que houve uma decisão sobre o assunto", disse Lombardi. O porta-voz também disse que "qualquer decisão sobre o assunto não será tomada antes da beatificação, já que o afirmado no artigo não é mais do que uma simples hipótese, cuja discussão é absolutamente prematura". Há dois anos, o atual papa, Bento XVI, decidiu abrir o processo de beatificação de João Paulo II, sem esperar os cinco anos da mote deste, como determina o direito canônico. Em 2 de abril do ano passado, o falecido papa foi declarado "servo de Deus", passo prévio à sua canonização.

Tudo o que sabemos sobre:
VaticanoJoão Paulo II

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.