Vaticano quer usar Facebook para atrair jovens para a Igreja

Para igreja, busca por novas mídias exige esforço de comunicação para se adaptar às mudanças tecnológicas

Reuters

22 de maio de 2009 | 12h05

Você não receberá um email dizendo que o papa Bento XVI o adicionou como amigo e não poderá mandar um recado para ele, mas o Vaticano está disposto a usar o site de relacionamentos Facebook para atrair jovens à Igreja. Um novo site do Vaticano, www.pope2you.net, foi ativado, oferecendo um aplicativo chamado "O papa encontra você no Facebook", e outro que permite que os fiéis vejam os discursos e as mensagens do papa Bento XVI em iPhones ou iPods. "Nós reconhecemos que uma igreja que não se comunica deixa de ser uma igreja", afirmou o monsenhor Paul Tighe, secretário do departamento de Comunicação Social do Vaticano. "Muitos jovens hoje não se voltam mais à mídia tradicional para informação e entretenimento. Eles buscam um cultura de mídia diferente, e esse é nosso esforço para garantir que a Igreja esteja presente nessa cultura de comunicações". Usuários do novo site podem selecionar "cartões postais virtuais" de imagens do papa e mensagens dele sobre fé, amor e vida voltadas especificamente para os jovens, e enviá-las para outros usuários. Em janeiro passado, o pape se tornou uma das pessoas mais velhas a ter seu próprio canal no YouTube: www.youtube.com/vaticanit.

Tudo o que sabemos sobre:
RELIGIAOPAPAFACEBOOK*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.