<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1659995760901982&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Vaticano se queixa na ONU de ataques a críticos de gays

As pessoas que criticam as relações de homossexuais, por razões religiosas ou morais, estão cada vez mais sendo atacadas ou difamadas por causa de seus pontos de vista, disse na terça-feira um diplomata do Vaticano no Conselho de Direitos Humanos da ONU.

REUTERS

22 de março de 2011 | 18h27

O arcebispo Silvano Tomasi declarou que a Igreja Católica Romana acredita que a sexualidade humana é um presente reservado a casais heterossexuais casados. Mas aqueles que expressam esse ponto de vista estão tendo de enfrentar uma "tendência perturbadora", segundo Tomasi.

Selecione uma opção abaixo para continuar lendo a notícia:
Já é assinante Estadão? Entrar
ou
Não é assinante?
Escolha o melhor plano para você:
Sem compromisso, cancele quando quiser
Digital Básica
R$
0, 99
/ mês
No primeiro mês
R$ 9,90/mês a partir do segundo mês
  • Portal Estadão.
  • Aplicativo sem propaganda.
Digital Completa
R$
1, 90
/ mês
No primeiro mês
R$ 19,90/mês a partir do segundo mês
Benefícios Digital Básica +
  • Acervo Estadão 146 anos de história.
  • Réplica digital do jornal impresso.
Impresso + Digital
R$
22, 90
/ mês
No primeiro ano
R$ 56,90/mês a partir do segundo ano
Benefícios Digital Completa +
  • Jornal impresso aos finais de semana.
Tudo o que sabemos sobre:
RELIGIAOVATICANOGAYS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.