Vaticano vai criar comissão especial sobre abuso sexual infantil

O Vaticano deve criar um comitê especial para aprimorar medidas de proteção contra abuso sexual infantil na Igreja, disse na quinta-feira o arcebispo de Boston, cardeal Sean Patrick O'Malley.

Reuters

05 Dezembro 2013 | 12h03

"Até agora houve muito foco nas áreas judiciais, mas a parte pastoral é muito, muito importante. O Santo Padre está preocupado com isso", disse O'Malley a jornalistas, referindo-se ao papa Francisco.

A comissão de especialistas deve "estudar essas questões e trazer recomendações concretas" para o papa e o Vaticano, disse.

O'Malley fez as declarações no terceiro e último dia de uma série de reuniões a portas fechadas entre o papa Francisco e uma comissão especial de oito cardeais que discutem a administração problemática do Vaticano.

A comissão, indicada um mês depois da eleição do papa, ressaltou sua determinação em levar adiante reformas na administração do Vaticano e formas de tratar dos escândalos como a questão do abuso sexual de crianças por padres.

(Reportagem de Naomi O'Leary)

Mais conteúdo sobre:
RELIGIAO COMITE VATICANOABUSOINFANTIL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.