Vazamento de óleo na Bahia polui Rio Cação

Um vazamento de pelo menos oito mil litros de óleo neste sábado atingiu o Rio Cação, poluindo uma extensa faixa de manguezal além de praias do município de Madre de Deus, na região metropolitana de Salvador. Algumas praias do vizinho município de São Francisco do Conde também foram atingidas. Uma equipe de 21 funcionários da Transpetro está no local tentando conter a poluição e limpando a área, mas o serviço pode durar vários dias. Os vazamentos de óleo são comuns na região, segundo os pescadores e marisqueiros, que contabilizam mais de 50 acidentes desde 1992, dos quais seis só este ano. Esses acidentes têm destruído gradativamente a rica fauna da região. Espécies como caranguejo, aratu, papa-fumo e sururu, abundantes no mangue há alguns anos, começam a escassear.Cerca de três mil pessoas pescam no litoral de Madre de Deus. De acordo com funcionários da prefeitura local, o vazamento teria começado na parte de baixo de um tubo de água pluvial da Transpetro, contudo, técnicos da empresa dizem que somente depois de amostras analisadas nos laboratórios da Petrobrás é que se poderá saber a origem do óleo. Nesta segunda-feira, o Centro de Recursos Ambientais do Estado deve começar a investigar o acidente.

Agencia Estado,

17 de outubro de 2004 | 15h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.