Velocidade dos ventos muda bruscamente em Saturno

Astrônomos afirmam que os ventos de Saturno parecem ter desacelerado bruscamente, no momento em que a sonda Cassini, da Nasa, aproxima-se do planeta gigante, rodeado por anéis de gelo. Pesquisadores afirmam que a notícia é surpreendente, pois não havia informações sobre mudanças dos ventos em planetas semelhantes, como Júpiter.Uma comparação das imagens geradas por uma missão da sonda Voyager, no princípio da década de 80, com as enviadas pelo telescópio espacial Hubble, de 1996 a 2002, indica que os ventos sofreram aproximadamente 40% de desaceleração no equador de Saturno. Saturno é o planeta onde mais venta no sistema solar. Suas rajadas podem atingir até 1.600 quilômetros por hora. Com a súbita mudança, os ventos mais intensos alcançam "somente" 965 km/h. Na Terra, por exemplo, a rajada de vento mais forte já registrada foi de 372 km/h no Monte Washington, em New Hampshire, Estados Unidos, em 12 de abril de 1934.Os pesquisadores que analisaram os ventos de Saturno disseram desconhecer as causas da desaceleração.Mais de um século de observações registradas de Júpiter, outro gigante gasoso, inclusive as missões das sondas Voyager e Galileu, demonstraram que seus ventos mantêm uma velocidade relativamente constante. Estudos recentes realizados em outros dois gigantes gasosos do sistema solar - Urano e Netuno - também indicam que a velocidade dos ventos é constante.

Agencia Estado,

24 de junho de 2003 | 19h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.