Venezuela luta contra praga vegetal em seu maior lago

Esforços para remover uma infestação vegetal do maior lago da Venezuela mal dão conta de acompanhar o crescimento da planta, informa a ministra do Meio Ambiente. A planta, conhecida como erva-de-pato ou lemna, cobre cerca de 12% dos 13.500 quilômetros quadrados do Lago Maracaibo, disse Ana Elisa Osorio. O lago é um dos maiores da América do Sul e representa uma importante fonte de petróleo. Desde a 1ª Guerra Mundial, cerca de 14.000 poços foram abertos no lago.Trabalhadores removem diariamente 1.500 metros cúbicos da erva, mas a cobertura vegetal dobra de tamanho a cada 48 horas, disse Osorio, e já ocupa um volume de 130 milhões de metros cúbicos. A empresa petrolífera da Venezuela, PdVSA, criou um fundo de US$ 750 milhões para a limpeza do lago.

Agencia Estado,

16 de junho de 2004 | 19h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.