Vietnã proíbe turistas em áreas atingidas por gripe aviária

O Vietnã anunciou hoje mais um caso de gripe aviária em humanos e determinou que as áreas onde a doença foi registrada sejam fechadas para turistas. Um garoto de 15 anos, morador da cidade de Haiphong, foi contaminado pelo vírus H5N1. Ele foi hospitalizado e deve se recuperar, segundo Nguyen Van Binh, vice-diretor do Departamento de Medicina Preventiva do Ministério da Saúde local.Enquanto isso, a Administração de Turismo do Vietnã (ATV) proibiu que as operadoras do país levem viajantes para perto das áreas onde focos de gripe aviária foram registrados. "Queremos assegurar absoluta segurança aos visitantes estrangeiros", afirmou Vu The Binh, diretor da ATV.A maioria dos hotéis e restaurantes do país parou de servir aves, embora a venda do produto não tenha sido proibida pelo governo. Binh disse que a gripe aviária ainda não teve impacto na indústria de turismo vietnamita. Até 11 de novembro, três milhões de pessoas visitaram o país, número que deve chegar a 3,4 milhões até o final do ano. Em 2004 o Vietnã recebeu 2,9 milhões visitantes.Desde outubro, 18 províncias registraram a doença e mais de um milhão de aves foram abatidas, de acordo com o Departamento de Saúde Animal. Em todo o Sudeste Asiático, 67 pessoas morreram contaminadas pela gripe aviária, a maioria delas no Vietnã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.