Vitamina C pode reduzir danos do fumo na gravidez

A vitamina C pode contrabalançar alguns dos efeitos danosos que o fumo durante a gravidez pode ter sobre fetos, de acordo com cientistas da Universidade de Saúde e Ciência do Oregon, nos Estados Unidos.Altas doses de vitamina C protegem macacos contra danos associados à nicotina, segundo os pesquisadores. Mas o conselho dos especialistas ainda é que as mulheres parem de fumar durante, mas preferencialmente antes, da gravidez.As conclusões foram publicadas no Journal of Respiratory an Critical Care Medicine.Durante a pesquisa, o médico Eliot Spindel e sua equipe descobriram que animais expostos à nicotina antes do nascimento tinham um fluxo de ar reduzido nos pulmões.Mas nos casos em que a mãe tomou vitamina C, os macacos-bebês tinham o fluxo de ar para os pulmões num nível próximo ao de animais não expostos à nicotina.A vitamina C, porém, não contrabalançou nenhum dos outros efeitos negativos sobre a saúde dos bebês causados pelo fumo na gravidez, como desenvolvimento anormal do cérebro e peso menor.Os pesquisadores estão confiantes de que suas descobertas podem ser aplicadas a seres humanos. Porém, segundo eles, dar vitamina C a mulheres grávidas dever ser "um último recurso".O que as futuras mães devem fazer, de acordo com os cientistas, é parar de fumar."Nós encorajamos fortemente todas as mulheres a pararem de fumar, mas isso nem sempre é possível", disse Michael Gravet, um dos autores da pesquisa.

Agencia Estado,

04 de maio de 2005 | 11h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.