Zôo apresenta filhote de lontra nascido em cativeiro

O Jardim Zoológico do Rio apresentou nesta quarta um filhote de lontra, o primeiro nascido em cativeiro no Rio de Janeiro, segundo biólogos da Fundação RioZôo. O animal tem pouco mais de um mês de vida e seu nome será escolhido em um concurso.A gestação das lontras dura cerca de dois meses e cada ninhada pode ter de um a cinco filhotes. Ameaçadas de extinção, as lontras são mamíferos de hábitos noturnos, muito brincalhões e sociáveis, caçados devido à alta cotação de sua pele. A deterioração de rios e lagos, seu habitat, também contribui para a escassez da população de lontras, animal encontrado do México à Argentina.

Agencia Estado,

01 de dezembro de 2004 | 21h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.