Zoológico de SP pede inquérito para apurar morte de animais

O Zoológico de São Paulo pediu a abertura de inquérito policial para investigar a morte de animais, que vem ocorrendo desde 24 de janeiro. Até o momento, três chimpanzés, três dromedários, três antas e um elefante foram mortos. De acordo com os resultados de oito necrópsias realizadas pela Universidade do Estado de São Paulo (Unesp) de Botucatu, asmortes ocorreram por envenenamento, causando insuficiência cárdio-respiratória e morte, informa a Agência Brasil. Os exames toxicológicos mostraram a presença de fluoracetato nas vísceras dos animais. O fluoracetato é o princípio ativo de potente rodenticida (veneno de rato). O produto tem sua produção e comercialização proibidas no país há mais de dez anos.O diretor-presidente da Fundação Parque Zoológico de São Paulo, Paulo Magalhães Bresan, informou que a segurança internafoi reforçada e que desde a fundação do Zoológico em 1958, essa é a primeira ocorrência de envenenamento de animais.

Agencia Estado,

07 de fevereiro de 2004 | 13h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.