Nasa/Handout via Reuters
Nasa/Handout via Reuters

Cápsula da SpaceX retorna à Terra com astronautas após dois meses em órbita; assista

Bob Behnken e Doug Hurley chegaram à Estação Espacial Internacional em 31 de maio; pouso ocorreu na tarde deste domingo no Golfo do México

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de agosto de 2020 | 15h54
Atualizado 02 de agosto de 2020 | 17h43

A cápsula da SpaceX que levou dois astronautas norte-americanos à Estação Espacial Internacional no fim de maio retornou à Terra na tarde deste domingo, 2, após pouco mais de dois meses em órbita. O jornada noturna de volta com os tripulantes Bob Behnken e Doug Hurley durou 21 horas e o pouso ocorreu às 15h49 (horário de Brasília) no Golfo do México, na costa de Pensacola, na Flórida.

No dia 30 de maio, o foguete Falcon 9 deixou o solo americano pontualmente às 16h22 e chegou à estação no dia seguinte, às 11h16. Após o lançamento, os astronautas fizeram uma viagem de 19 horas a bordo da cápsula Crew Dragon até atingir o destino. 

Junto com a Nasa, a SpaceX, empresa do bilionário Elon Musk, fez história: pela primeira vez desde 2011, a agência espacial realizou uma missão tripulada saindo dos Estados Unidos.

Foi também a primeira vez que uma companhia privada lançou astronautas em órbita - até então, apenas as espaçonaves governamentais chegavam a tais alturas. Além disso, foi um voo simbólico: o foguete saiu da mesma plataforma de lançamento do Centro Espacial Kennedy, na Florida, que içou a tripulação da Apollo 11 à Lua. 

"Em nome das equipes SpaceX e Nasa, bem-vindos de volta ao planeta Terra. Obrigado por pilotar a SpaceX ", disse o controle da missão SpaceX durante a queda. Para a sequência de retorno, propulsores a bordo e dois conjuntos de paraquedas trabalharam autonomamente parareduzir a velocidade da cápsula.

Durante a reentrada na atmosfera da Terra, a concha externa da cápsula resistiu a temperaturas de até 1.926ºC, enquanto Behnken e Hurley, vestindo trajes de voo brancos da SpaceX amarrados dentro da cabine, experimentaram 29ºC. A tripulação passou quase uma hora flutuando dentro da cápsula antes de as equipes da SpaceX e da Nasa os recuperarem para uma viagem de helicóptero em terra. Lá, a dupla passará por exames médicos antes de um voo para Johnson Space Center em Houston, no Texas.

Às 16h59, as equipes abriram a porta do Crew Dragon após transportar a cápsula até uma plataforma ainda no mar e realizar uma inspeção de segurança. O primeiro a sair, poucos minutos depois, foi o astronauta Bob Behnken, que agradeceu a todos por trazê-los de volta com segurança. Em seguida, Doug Hurley foi retirado dispositivo. Ambos foram diretamente colocados em macas, um procedimento normal para que os astronautas consigam se readaptar à gravidade.

No Twitter, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, celebrou o retorno de Behnken e Hurley após a missão e parabenizou a todos. "Astronautas completam o primeiro splashdown em 45 anos. Muito empolgante!", escreveu o chefe de Estado. Em português, splashdown significa amaragem, que é o método de pousar uma nave espacial sobre a água, neste caso com ajuda de paraquedas. /Com Reuters

Assista abaixo:

 

Tudo o que sabemos sobre:
astronauta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.